Home / Tag Archives: casa & decoração (page 22)

Tag Archives: casa & decoração

Feed Subscription

Gaby Amarantos ama usar turbantes: ‘Eu me sinto mais negra, bonita e poderosa’

A cantora falou sobre resgate de suas raízes, novos e próximos projetos: “Quero me lançar mais popular”

“Ah, que isso, elas não estão descontroladas! Elas são feministas, estão empoderadas, elas não estão descontroladas!”. A versão atualizada do clássico funk carioca fez parte de um show diferente comandado por Gaby Amarantos, na última edição da Virada Cultural, em São Paulo. O Juranas no Sistema é um projeto paralelo da cantora paraense, que cada vez mais está voltada para o resgate de sua ancestralidade. Uma prova disso, são os turbantes que ela faz questão de usar e abusar.

Para Gaby Amarantos%2C turbante não é só um acessório de moda%3A

Para Gaby Amarantos, turbante não é só um acessório de moda, “É um símbolo de resistência”

Foto: Reprodução/Facebook

Gaby conta que usa turbantes desde criança, mas sem ter a noção de sua importância. “[Era] aquela coisa que a mãe amarra o pano na cabeça. Mas passei a ter acesso aos tecidos africanos e a entender o sentido do turbante. Hoje, ele não é só um acessório de moda. Ele vai além”, explica.

“É um símbolo de resistência. É a minha coroa de mulher negra e quando eu coloco um turbante eu me sinto mais negra, mais bonita, aceito mais as minhas raízes e ele me faz me sentir poderosa. Como se eu falasse para a sociedade que sou negra e sou capaz de vencer e estou aqui para brilhar. Hoje eu acho que existe um resgate geral que o turbante está fazendo na vida das mulheres brasileiras.”

Além do turbante, Gaby também assumiu seus cabelos crespos e isso elevou muito sua autoestima. “Eu gosto de mudar, mas confesso que estou em um momento de orgulho e me achando uma mulher bonita. Até eu achava feio [cabelo crespo], antigamente, porque a sociedade me fazia acreditar nisso – sofri muito bullying quando era criança e chamavam de palha de aço”, lembra.

Tudo o que tem aprendido e descoberto sobre ela mesma, a artista faz questão de repassar para a família. “A minha sobrinha de 10 anos tem o cabelo parecido com o meu, quando criança. E eu sempre digo a ela que o cabelo é lindo, maravilhoso e ninguém na escola tem um cabelo mais bonito que o dela. Quando eu era criança não tinha isso.”

Mas a paraense não quer que sua luta limite-se à ela ou seus familiares – quer que todas as mulheres conquistem juntas e, para isso, garante que quer ser “uma das formiguinhas a contribuir”. “Eu sua uma mulher que luta pela igualdade de gêneros. Não quero que a mulher seja mais, nem menos. Quero que ela seja igual e que tenha o seu valor e que a sociedade a valorize”, afirma.

Na entrevista a seguir, Gaby Amarantos fala mais sobre o seu novo projeto e o que podemos esperar dos próximos trabalhos.

Por que você decidiu criar um show voltado mais para a música negra?
Gaby Amarantos: Este projeto paralelo, Jurunas no Sistema, nasceu de uma forma muito natural. Há muito tempo que eu já queria criar um projeto para extravasar mais o meu lado criativo de produção musical. Até que recebi o convite para a Virada Cultural para fazer um show diferente. Foi quando pensei neste projeto que dialoga com todos os sons, de todas as periferias e todos os Jurunas do mundo. Eu tinha essa ideia há 25 anos, mas nunca conseguia tempo para fazer. Agora é uma boa hora para mostrar um projeto cultural, que tem tudo a ver comigo e com o meu trabalho.

Gaby Amarantos e a amiga Fabiana Karla

Gaby Amarantos e a amiga Fabiana Karla

Foto: Reprodução/Instagram

Quais foram suas influências para esse show?
Gaby Amarantos: Tem influências e sons da periferia do mundo. Assim como no Brasil, que a gente tem o tecnobrega, um som que nasceu na periferia de Belém, no bairro do Jurunas, onde nasci, a gente tem também o funk, o reggae das radiolas do Maranhão… Enfim, tem vários sons de periferia que são do Brasil e tem também pelo mundo. Estes estilos periféricos, que são feitos de lugares parecidos de Jurunas, é que foram a principal influência, misturando também com este meu lado de música negra e indígena e com a essência do Pará, uma conexão bem direta.

O que o público encontra a mais nesse show do que nos da sua turnê?
Gaby Amarantos: É um show para quem curte música e quer dançar, pular e se conectar com o música eletrônica. É para quem gosta de música, independente se é um hit ou não. É um show mais autoral, versões divertidas também de músicas que são conhecidas no mundo, mas com uma linguagem mais eletrônica.

O que podemos esperar do seu novo álbum? Há algo que possa adiantar?
Gaby Amarantos: Estou preparando tanto um EP para o Jurunas no Sistema, com músicas novas, como para o meu trabalho Gaby Amarantos, como cantora e compositora, também. Os dois eu componho. Vou fazer músicas que vão muito mais pro lado popular, mostrando para as pessoas o meu lado romântico e também de festa, trazendo para o Brasil novas propostas de música para dançar. Como eu fiquei muito tempo sem lançar nada novo, por conta do que aconteceu com a minha mãe, eu vou agora reunir tudo o que estou fazendo e lançar tudo.

O seu estilo musical mudou bastante desde os primeiros trabalhos. Quais influências te inspiram na hora de fazer uma música?
Gaby Amarantos: Mudou, sim, e eu acredito que eu sou uma artista muito estudiosa que gosta de saber as tendências tanto mundiais, como o que está rolando no Brasil. Gosto sempre de inovar e encontrar formas de me conectar. Para este meu segundo CD, é o que está rolando no Brasil. Vai ter um lado de Gaby mais compositora porque todas as músicas são minhas e de parceiros. Eu quero me lançar mais popular, mais radiofônica e estar mais nas casas das pessoas. Eu quero estar mais no som do carro, nas festas e presente no dia a dia e no cotidianos. O meu foco de carreira hoje é somente música, música, música.

Thati Lopes é uma blogueira no filme do ‘Porta dos Fundos’

Atriz reclama dos comentários machistas de seus vídeos no ‘Porta’: ‘Já perguntaram até se eu fazia programas’; Longa estreia hoje

Rio – O universo das blogueiras fitness e de beleza vai ganhar uma lente de aumento com a interpretação de Thati Lopes no filme ‘Contrato Vitalício’, do ‘Porta dos Fundos’, que estreia hoje. Universo esse que, na vida real, Thati faz questão de passar bem longe. “Eu não daria para ser blogueira. Sou moleca, não acompanho blogs. Só vejo tutorial de jogos de tabuleiros. Me perco nesse submundo”, diz Thati, aos risos. Para fazer a Fernanda Tagliteli na produção, que namora Rodrigo, interpretado por Fábio Porchat, a atriz colocou boas doses de futilidade: “Minha personagem transmite até o término do namoro”.

Thati Lopes fará uma blogueira em filme do 'Porta dos Fundos'

Thati Lopes fará uma blogueira em filme do ‘Porta dos Fundos’

Foto: Divulgação

Depois de fazer muitas pesquisas sobre essas profissionais e ver muitos vídeos no Snapchat, Thati brinca com o fato de ter inúmeras pessoas ganhando muito dinheiro com essa plataforma. “Ganham muito mais, protagonizam filme, e a gente estuda e fica aí…”, diverte-se.

Estar sempre impecável, linda e criar estratégias para uma foto perfeita do Instagram parece algo surreal para Thati, mas ela não considera esse trabalho uma futilidade, muito pelo contrário, a artista explica que é preciso ter uma dedicação fora do normal: “Não acho que isso beira a futilidade, não. É um universo que não é o meu, mas é o de outras pessoas. É um trabalho mesmo, coisa séria. Mas depois de rodar o filme, larguei essa vida. Voltei para o meu Mc Donald’s e pra minha Netflix.”

São mais de 100 vídeos no ‘Porta dos Fundos’, uns que ela avalia como muito bons, outros nem tanto, mas o seu queridinho é o que ela dividiu a cena com a Xuxa. Thati, inclusive, faz questão de defender a apresentadora dos julgamentos de ‘decadência’ após sua saída da Globo para a Record. “As pessoas gostam de falar isso porque ela saiu de uma emissora maior, mas isso não tem nada a ver. Ela continua rainha. Xuxa ama ‘Porta dos Fundos’, ela pediu para gravar um vídeo e o Fábio (Porchat) escreveu um para ela. Xuxa brincou com si mesma, fez zoação, deu pitacos e foi um sucesso.”

Nem sempre Thati se acha tão engraçada nos vídeos, mas sem graça mesmo ela acha os comentários maldosos, que ela optou por não ler mais nos canais. “Não fico chateada que comentem, mas quando ofendem, acho horrível. Escolhi não ler mais, ainda mais os de cunho sexual. Existe muito pervertido nessa vida”, ressalta. “Já recebi mensagens de gente perguntando se eu fazia programas.”

Na internet, Thati faz a coruja e gosta de dar audiência ao canal do namorado Victor Lamoglia, que ensina tutoriais de coisas nerds. “O canal é muito bom, e ele, inclusive, é meu namorado”, diverte-se. O namoro vai bem, obrigada, mas caso acabe, Thati revela que nunca vai colocar o tema para jogo na web. “Não gosto dos vídeos que os youtubers fazem para explicar o fim do namoro, acho o fim da picada. E olha que tem um monte de gente que faz isso. Mas assisto só para dar risadas da vergonha alheia.”

Renata Kuerten conta como um concurso ajudou a decolar sua carreira

Em entrevista, a modelo dá dicas para outras participantes também se darem bem no mundo da moda e das passarelas

Aos 27 anos de idade, sendo mais de 15 deles na carreira de modelo, a top Renata Kuerten viu as primeiras portas rumo ao sucesso se abrirem quando, ao participar de um concurso em sua cidade, Braço do Norte, em Santa Catarina, ganhou um contrato com uma agência em São Paulo.

Entre muitos castings e trabalho, ela foi aprovada para um trabalho em Paris e não parou mais! Por todo o seu talento e bagagem profissional, atualmente, ela é apresentadora do programa Conexão Models, um programa de entretenimento para o público jovem que transmite o concurso de beleza AtroveranMega Model para achar a nova estrela do Brasil.

Renata Kuerten conta como um concurso ajudou a decolar sua carreira

Renata Kuerten conta como um concurso ajudou a decolar sua carreira

Foto: Divulgação

Renata, o que você acha de concursos de moda e beleza?

Acho que toda menina deveria participar de concurso, porque se você começa sozinha tem que sofrer e ralar muito para conseguir chegar a uma agência. O concurso ajuda nisso, porque o prêmio em geral é um contrato com alguma agência. E também dá visibilidade. Além de que você passa por várias provas, é um aprendizado.

Como já passou por concursos, o que acha que as participantes devem ter para levar o grande prêmio?

Geralmente procuram uma menina nova, alta, magra e fashion. Mas, agora, não. O legal desse concurso é que o perfil é dos 15 aos 30 anos de idade. Além de ter postura, uma aparência bonita e saber se comportar, é preciso ser inteligente, carismática, simpática, saber se comunicar e usar bem as redes sociais. É essencial ter personalidade, mostrar a que veio. Mostrar porque ela merece ganhar 500 mil reais!

E você, o que faria se tivesse ganhado 500 mil reais no início da carreira?

500 mil reais é muito dinheiro! Só de pensar em ganhar isso no início da minha carreira me dá arrepios. Uma pena eu não ter tido a sorte de participar (e ganhar) um concurso desses. Mas, como sonhar não custa nada, eu provavelmente teria utilizado grande parte do dinheiro para ajudar a melhorar a vida da minha família. Na minha cidade, com esse dinheiro eu teria comprado uma casa melhor para a minha mãe, mais um outro imóvel para alugar e dar uma renda para a gente. O restante eu investiria na minha carreira de modelo. Utilizaria para me manter em São Paulo até começar a trabalhar e ganhar dinheiro com os novos trabalhos.

Quando: 3 de agosto, quarta-feira, às 14h
Onde: Mega Model – Avenida dos Tajurás, 9 – CEP: 05670-000 – São Paulo/SP

Por Melina Tavares Comunicação e Tatiana Gorentzvaig

Casa de Sidney Magal na Barra da Tijuca vai a leilão

Processo corre na Justiça desde 1995. Ação será para pagar dívida de R$ 1,5 milhão por danos morais

Rio – A mansão de dois andares do cantor Sidney Magal, localizada no condomínio Lagoa Mar Norte, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, vai a leilão nesta quinta-feira. A juíza Simone Gastesi Chevrand, da 25ª Vara Cível do Rio, mandou leiloar o imóvel para pagamento de dívida de R$ 1,5 milhão por danos morais a José Alberto de Souza.

José Alberto, autor da ação, era entregador de jornais. Em novembro de 1994, foi atacado por dois cães de Sidney Magal. Ele moveu a ação e o Tribunal de Justiça fixou a indenização, na época, em 500 salários mínimos. O cantor, que recentemente anunciou a aposentadoria, não pagou e a Justiça determinou a penhora e venda do imóvel.

O leilão será realizado na Av. Erasmo Braga 115 (térreo/hall dos elevadores), no Centro, às 14h. O lance inicial será de R$ 4.640.123. Caso não haja lance, o segundo será de R$ 2.320.061,50. A primeira tentativa de leilão da casa foi feita em 2010, mas não houve arrematante. Na prefeitura consta débito de IPTU nos exercícios de 1994 a 2009. Os valores não foram divulgados

Casa de Sidney Magal vai a leilão nesta quinta-feira

Casa de Sidney Magal vai a leilão nesta quinta-feira

Foto: Reprodução TV Globo

O processo corre na Justiça desde 1995. O advogado Carlos Alberto Lemos Fonseca, que representava Magal desde o início, morreu de câncer há três anos. O advogado Charlton Heston Fonseca, filho de Carlos Alberto, assumiu o caso. Procurada, a assessoria de Magal disse que responderia por e-mail, mas ainda não deu um posicionamento sobre o caso.

Márcio Garcia apresenta seu novo programa, ‘Tamanho Família’

Apresentador participou de entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira

Rio – Márcio Garcia participou de uma entrevista coletiva para divulgar seu novo programa, “Tamanho Família”, na tarde desta quarta-feira. A atração vai revelar um pouco da intimidade e da vida familiar das celebridades e tem estreia prevista para o dia 10 de julho, na Globo. “Conseguimos transformar a família em um programa. A gente tinha inicialmente um game show que foi mudando, se transformando e hoje podemos dizer que é um programa de variedades em que a gente tenta mostrar a realidade do cotidiano familiar”, disse o Márcio Garcia ao “GShow”.

Márcio Garcia apresenta seu novo programa

Márcio Garcia apresenta seu novo programa

Foto: Ag. News

5 dicas para quem vai morar sozinha

Das compras no mercado à organização do dia-a-dia: veja o que fazer para facilitar a experiência de morar sozinha

Sair da casa dos pais e ir morar sozinha é sempre um desafio. Tudo é novidade: lidar com as obrigações diárias e ainda cuidar da organização da casa parece ser a jornada mais difícil do mundo.

Mas existem alguns truques para deixar essa experiência mais fácil. Conversamos com Sueli Rutkowski, autora do livro “Novas Dicas Incríveis – truques e segredos para administrar sua casa com eficiência”, que contou algumas dicas valiosas para essa situação, veja abaixo:

Veja como manter tudo organizado quando for morar sozinha

Veja como manter tudo organizado quando for morar sozinha

Foto: Divulgação/InstrucTables

1– Pense o que você precisa para o seu dia-a-dia
Quando decidir morar sozinha, antes de mobiliar o lugar e de fato se mudar, Sueli orienta que a pessoa reflita sobre o cotidiano para saber do que vai precisar em casa.

“Se você vai fazer as refeições em casa, precisa ter louça, fogão micro-ondas, geladeira. Se você vai lavar as roupas em casa, precisa ter um cantinho de lavanderia”, explica a autora, que recomenda o mesmo exercício de reflexão para todas as áreas da rotina, e, assim, definir se precisa de uma área específica para trabalhar ou estudar, por exemplo. Veja qual será a função de cada espaço e o que ele precisa para ser confortável e apropriado para a função dele.

2 – Só tenha o que cabe em seu espaço
Com cada vez mais apartamentos pequenos, economizar espaços é a regra. Para manter as coisas organizadas, Sueli diz que o segredo é ter a quantidade de coisas que caibam, com folga, nos armários: de roupas a louças. Se você tiver mais do que o necessário, as coisas não vão caber nos devidos lugares e então a bagunça começa a se instalar no ambiente.

3 – Não deixe as tarefas para depois
“Quem mora sozinha, não pode deixar nada bagunçado, porque é você que vai ter que fazer depois”, lembra Sueli. Por isso ela sugere determinar um tempo durante o dia – pode ser antes de dormir ou de sair para trabalhar – para guardar, limpar e arrumar tudo o que foi usado durante o dia.

“Com tudo guardado, a casa tem cara de limpa e arrumada. Mas se a casa estiver limpa e com tudo fora do lugar, parece bagunçada”, diz a autora.

4 – Vá ao mercado semanalmente
Fazer as compras ao menos uma vez por semana só traz vantagens: “Vá ao supermercado semanalmente, porque senão compra coisas a mais – o que é desnecessário – e o espaço para acomodar as compras às vezes não é tão grande”, explica Sueli, que ainda cita a vantagem de não carregar tanto peso na volta para casa, já que está sozinha.

5 – Faça compras inteligentes para o seu conforto
Para a autora, é importante pensar na praticidade na hora de fazer as compras, principalmente se mora sozinha. Com relação a produtos de limpeza, a primeira recomendação dela é comprar produtos de qualidade, pois assim será preciso menos quantidade para obter o bom resultado.

Ela também sugere usar produtos descartáveis, como papel toalha ou paninhos descartáveis: “É um pouco mais caro mas é mais prático, não precisa lavar o pano depois. Em dez minutos você vai embora e fica tudo em ordem”, conta.

Camila Queiroz termina namoro com modelo após três anos

Atriz está em ritmo intenso de gravações da novela “Êta Mundo Bom” e sua agenda atribulada seria a causa da separação

Camila Queiroz é a nova solteira do pedaço. A atriz terminou o namoro de três anos com o modelo Lucas Cattani. O motivo da separação? Segundo o jornal “O Dia”, a causa do rompimento seria a agenda atribulada da atriz.

Camila Queiroz termina namoro de três anos

Camila Queiroz termina namoro de três anos

Foto: AgNews

Camila está gravando “Êta Mundo Bom”, em que vive Mafalda, uma menina simples que se apaixona pelo golpista Romeu, interpretado por Klebber Toledo.

Os dois se conheceram antes de a atriz ficar famosa. Em 2015, a paulista de Ribeirão Preto deixou o anonimato de forma repentina e alcançou enorme sucesso na novela das 23h “Verdades Secretas”, de Walcyr Carrasco, com o papel da modelo que virou garota de programa, Angel.

Ronaldo passeia com a namorada e as filhas na praia

Ex-jogador de futebol curtiu a tarde de domingo na Praia do Leblon com a família

Rio – Ronaldo aproveitou a tarde de domingo para dar um passeio na praia com a namorada, Celina Locks, e com as filhas, Maria Alice e Maria Sofia, que são frutos do extinto casamento com Bia Antony. O ex-jogador de futebol e a família se divertiram nas areias do Leblon, na Zona Sul do Rio. Ronaldo e Celina também andaram de bicicleta com as meninas na orla.

Ronaldo passeia na praia com namorada e filhas

Ronaldo passeia na praia com namorada e filhas

Foto: Ag. News

Ronaldo e Celina Locks andam de bicicleta na orla do Rio

Ronaldo e Celina Locks andam de bicicleta na orla do Rio

Foto: Ag. News

‘Os Dez Mandamentos’ vira musical com efeitos em 4D

Quem assistir o espetáculo pode sentir cheiros e se molhar

Rio – Leia o livro (aliás, o Livro, já que se trata do Velho Testamento) e veja o filme clássico de 1956, com Charlton Heston no papel de Moisés. E depois assista à novela, leia (outro) livro,veja (outro) filme, frutos da trama da Record. E agora assista ao musical: ‘Os Dez Mandamentos’, numa parceria da Chaim Produções com a emissora, virou ‘Os Dez Mandamentos — O Musical’ e estreia amanhã no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, com previsão de vir para o Rio no começo de 2017. Usando e abusando de efeitos especiais (incluindo toques em 4D, com imagens, sons e até cheiros), a produção da peça garante que tem muito a acrescentar a uma história que está no livro mais popular do mundo. E que já foi contada e recontada diversas vezes.

À esq.%2C Moisés (Julio Mancini) e Zípora (Tassia Cabanas). À dir.%2C Ramsés (Thiago Machado) e Nefertari (Bruna Pazinato)

À esq.%2C Moisés (Julio Mancini) e Zípora (Tassia Cabanas). À dir.%2C Ramsés (Thiago Machado) e Nefertari (Bruna Pazinato)

Foto: Divulgação

Fernanda Chamma, diretora e coreógrafa do espetáculo (e de musicais como ‘Alô Dolly’ e ‘A Família Addams’), cita como inspiração para o ‘Os Dez Mandamentos’ a versão de ‘Aída’ levada à Broadway, com músicas de Elton John. Para recontar as divinas escrituras no palco, arregimentou 27 atores e sete músicos, sob a luz de um vídeo-cenário com tela de led de 13×4,5m de altura.

“Procuramos manter uma pegada pop, com músicas lindíssimas. As pessoas têm a tendência de achar que um musical bíblico é denso, pesado. Mas ele foi feito para todo mundo, não apenas para evangélicos. E num tema como esses, há o risco de soar cafona, até naquele clichê de tudo ser muito dourado, do hebreu estar todo descabelado. Quem viu os ensaios nos falou: ‘Não imaginava que seria isso!’”

O ‘isso’ de ‘Os Dez Mandamentos — O Musical’, diz Fernanda, inclui a trilha sonora formada por 25 canções, todas escritas por Wladimir Pinheiro, com arranjos dele e de Marcello Sader. E o uso de fragrâncias diferentes para cada cena. “Quando aparece a vila dos hebreus, as pessoas sentem o cheiro do local. Em cenas no mar, há cheiro de mar”, conta, explicando que a ideia é que as pessoas possam levar tais essências para casa. “Estamos analisando essa possibilidade. Também tomamos cuidado com a iluminação. Escolhi até o tom do dourado usado nas roupas, para que não ficasse exagerado”.

A diferenciação do musical para livro(s), filme(s) e novela, diz o roteirista Emilio Boechat, surgiu pela estrutura da peça. “Privilegiei as músicas e isso deu dinamismo”, alegra-se o escritor, que trabalhou em conjunto com Wladimir e a turma dos efeitos especiais. O trabalho lado a lado o ajudou em cenas como o triângulo amoroso entre Moisés (Julio Mancini), seu irmão e desafeto Ramsés (Thiago Machado) e a bela Nefertari (Bruna Pazinato). “Conseguimos fazer uma boa mescla de tecnologia e dramaturgia. Na cena em que Moisés recebe o chamado de Deus e volta para o Egito, a sensação é a de que o Julio voa no palco. Isso fica bonito quando combinado com o cenário, que é muito artesanal”. Outro momento impactante, claro, é a abertura do Mar Vermelho — que fez a novela ‘Os Dez Mandamentos’ atingir 31 pontos. Já as Dez Pragas do Egito transformam-se num número interativo.

O detalhismo pegou até Julio Mancini, o Moisés da peça. “Fiz coaching com um professor judeu e ele me ensinou muitos elementos históricos, até o significado de algumas expressões”, conta Julio. Ele havia feito antes o Annás no musical ‘Jesus Cristo Superstar’. “Mas um musical como ‘Os Dez Mandamentos’ tem outros códigos. A linguagem bíblica não é coloquial e conseguimos trazer o texto para o presente”.

Denúncia de plágio do Led Zeppelin em ‘Stairway to Heaven’ vai a julgamento

Robert Plant e Jimmy Page são acusados de plagiar a canção “Taurus”, da banda Spirit, de 1967; júri decide nesta terça (14)

Uma ação civil que acusa o vocalista do Led Zeppelin, Robert Plant, e o guitarrista da banda, Jimmy Page, de roubarem os acordes iniciais do clássico “Stairway to Heaven” de outra banda será julgada nesta terça-feira (14) em um tribunal federal da cidade norte-americana de Los Angeles.

Vocalista do Led Zeppelin%2C Robert Plant (esquerda)%2C e guitarrista%2C Jimmy Page

Vocalista do Led Zeppelin, Robert Plant (esquerda), e guitarrista, Jimmy Page

Foto: REUTERS/Carlo Allegri, Hans Deryk/File photos

Em uma decisão de abril, o juiz Gary Klausner, de Los Angeles, disse que “Stairway to Heaven”, de 1971, e a canção instrumental “Taurus”, de 1967, da banda Spirit, são semelhantes o suficiente para que um júri seja convocado para decidir se Plant e Page podem ser responsabilizados por violação de direitos autorais.

A ação foi apresentada por Michael Skidmore, testamenteiro do falecido Randy Wolfe, também conhecido como Randy California, guitarrista do Spirit e compositor de “Taurus”.

Skidmore disse que Page pode ter se inspirado a compor “Stairway” depois de ouvir o Spirit tocar “Taurus” quando as duas bandas excursionaram juntas em 1968 e 1969, e que Wolfe jamais recebeu o devido crédito.

Scroll To Top