Home / Tag Archives: massas

Tag Archives: massas

Feed Subscription

Aprenda a transformar a granola em uma aliada em sua dieta

A granola, quando consumida se maneira correta, dá mais saciedade e ajuda o corpo a não absorver tanta gordura, segundo nutricionista

A combinação de cereais e frutas que gera a granola pode ser uma aliada ou uma grande vilã para quem quer eliminar aqueles quilinhos a mais. Se tiver muito açúcar, por exemplo, pode arruinar qualquer dieta. Mas se feita com ingredientes naturais, vira ótima opção para um café da manhã saudádel ou um lanche entre uma refeição e outra.

Granola pode fazer parte da dieta e ajudar a emagrecer. Veja como escolher e consumir

Granola pode fazer parte da dieta e ajudar a emagrecer. Veja como escolher e consumir

Foto: Creative Commons

Quem ajuda nessa missão de escolher a melhor granola para seu cardápio é a nutrionista Marilia Toledo. Ela explica que esse produto é uma mistura de alimentos funcionais. “Pode ser feito com aveia, linhaça, castanhas, frutas desidratadas, germes de trigo, uva passa… Com isso, além de fornecer energia para o corpo, traz benefícios. O resultado é rico em fibras e oferece benefícios ao corpo. Os grãos integrais têm vitaminas, minerais e antioxidantes, os flavonoides, que ajudam na prevenção de doenças e no envelhecimento precoce”.

Granola para quem quer emagrecer

Segundo Marília, essa combinação de alimentos ajuda quem busca emagrecer por resultar em um carboidrato complexo, que fornece energia para o corpo de uma maneira mais saudável que os carboidratos simples, como pães brancos e outras massas.

“É um carboidrato, mas também tem fibras, que vão ajudar a diminuir a absorção de gordura pelo corpo”, fala a nutricionista. “As moléculas de açúcar e gordura se unem às fibras e isso atrapalha a absorção, diminuindo a chance de ter gordura acumulada. Isso forma uma massa que é eliminada no bolo fecal”, explica a profissional da empresa Grings Alimentos Saudáveis.

Além disso, fibra é sinônimo de saciedade. Alimentos ricos em fibra ajudam a se manter satisfeito por mais tempo, evitando beliscadas fora de hora ou exagero na próxima refeição.

Quando consumir

Para Marília, a granola é ideal para o café da manhã. “É importante começar o dia com uma refeição bem equlibrada, com carboidrato, proteína e fibras. Isso vai influenciar todas as escolhas ao longo do dia. Se sai de casa apenas com um cafezinho preto, logo vai sentir fome ou vai chegar na hora do almoço querendo devorar o que tiver pela frente”. Aí entra a granola. “Ela fornecerá energia e também fibras, antioxidantes e vitaminas. E terá saciedade por mais tempo. Com menos fome, é mais fácil optar por saladas e alimentos saudáveis e fugir do excesso de calorias”, completa.

A combinação de cereais substituiria o pão branco, que segundo a nutricinista, tem “calorias vazias”. E vale completar com iogurte e alguma fruta de sua preferência para que o dia comece com uma refeição ainda mais completa.

“Também pode usar esse alimento para fazer receitas de bolo, pães, cookies… Com isso, vai adicionar fibra à receita e terá um resultado mais saudável”, também sugere Marilia.

Quantidade ideal

A nutricionista recomenda uma porção de 40 gramas. “Como todo alimento, se consumido em excesso fará mal. Terá muitas calorias e vai engordar, ou um excesso de fibras que pode trazer desconforto intestinal”, explica.

Melhor granola

É preciso cuidado para não cair em certas armadilhas e colocar a perder os benefícios do produto. Por exemplo, algumas marcas usam açúcar refinado na fórmula para deixar o resultado mais docinho, mas aí, adeus dieta. “Prefira as granolas com mel, açúcar mascavo ou demerara, que são mais naturais e boa fontes de energia”, diz Marilia.

Para não ter dúvida, fique sempre atento ao rótulo do alimento antes de comprar. “Olhe os ingredientes e procure o que tiver os mais naturais possíveis”, fala a profissional. Lembre-se que a ordem dos ingredientes escrita no rótulo é do que tem mais para o que tem menos no produto. E uma dica é fugir daqueles produtos com ingredientes com nomes diferentes ou desconhecidos. Geralmente são conversantes ou aditivos químicos.

“Também veja a tabela nutricional e preste atenção às quantidade de de gordura, sódio, açúcar. A boa granola tem menos sódio e gordura e mais fibra”, indica a nutricionista.

‘Dieta vegetariana’, Veja 10 benefícios desta alimentação

Cortar carnes do cardápio – e até ampliar para qualquer alimento de origem animal – faz bem, mas querer alguns cuidados. Nutricionista dá as dicas

A lista de famosas que segue uma alimentação vegetariana é extensa e uma das adeptas dessa dieta é Bruna Marquezine. A atriz está no elenco de “Nada Será Como Antes”, nova série da Globo, e promete arrancar suspiros com cenas sensuais.

Bruna Marquezine diz seguir uma dieta vegetariana há nove meses

Bruna Marquezine diz seguir uma dieta vegetariana há nove meses

Foto: Reprodução/Instagram

Ao site oficial da emissora, Bruna Marquezine comentou que segue uma dieta vegetariana há nove meses. Ela disse que no começo da nova alimentação até engordou, porque sem as carnes, há uma tendência de abusar de massas, pães e outros carboidratos. Entretanto, logo se adaptou e exibe um corpo de fazer inveja para dar vida à personagem Beatriz na obra de Guel Arraes e Jorge Furtado.

Bruna Marquezine como Beatriz em 'Nada Será Como Antes'

Segundo a nutricionista Patrícia Cruz, mestre em Ciências pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, seguir o exemplo de Bruna e mudar o cardápio faz bem à saúde. ela faz uma lista com os 10 benefícios de cortar carnes da dieta:

1. Isenta o consumo de gordura saturada, que tem correlação com doenças cardiovasculares;

2. Ao retirar a carne, o cardápio tende a ser rico em outros alimentos, como legumes, verduras e frutas. Eles são ricos em minerais, fontes de vitaminas e ainda contém antioxidantes que ajudam no combate a diversas doenças;

3. A alimentação e rica em fibras (com grãos e verduras, por exemplo) que auxiliam o funcionamento do trânsito intestinal.

4. Estimula o consumo de cereais integrais (arroz, quinua, farelo de trigo entre outros) que auxiliam na saciedade. Eles são os caboidratos complexos, que não estimulam picos de açúcar no sangue (esses picos – alto índice glicêmico – faz com que pouco após a refeição já se tenha fome de novo);

5. O cardápio vegetariano ou vegano propicia um elevado consumo de leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico, soja), fontes de ferro e proteína de baixo valor biológico;

6. Dependendo das preparações dos alimentos permitidos e quantidade, consiste em uma dieta de baixa intensidade calórica;

7. São liberadas oleoginosas, como castanha de cajú, castanha do Pará ou nozes. Esses alimentos devem ser consumidos com moderação pelo alto índice calórico, mas são fontes de gorduras boas, as poli-insaturadas;

8. Alguns estudos mostram que com a dieta vegana há proteção contra alguns tipos de câncer;

9. Pesquisas também indicam uma menor incidência de infarto agudo do miocárdio na população vegetariana mundial;

10. Auxilia na redução de peso.

Bruna disse que até engordou ao cortar as carnes%2C mas a dieta vegetariana equilibrada pode ajudar a emagrecer

Bruna disse que até engordou ao cortar as carnes, mas a dieta vegetariana equilibrada pode ajudar a emagrecer

Foto: Divulgação

Cuidados para quem segue uma dieta vegetariana

Patrícia Cruz ainda cita algums cuidados para quem quer seguir esse tipo de alimentação. Os veganos, por exemplo, devem ficar atentos à ingestão de cálcio, afinal, eliminam do cardápio produtos como queijos e leite. “Deve-se garantir a ingestão desse nutriente por meio de alimentos como tofu, brócolis, feijão, grão de bico”, orienta a nutricionista.

Os veganos também podem necessitar de suplementação de algumas vitaminas, como a B12.

Para não ter problemas com os níveis de ferro em uma dieta como a seguida por Bruna Marquezine, Patrícia sugere que a pessoa vegetariana sempre deixe as leguminosas de molho em água antes do preparo. “Isso irá reduzir os oxalatos que diminuem a absorção de cálcio, ferro”, diz. Ela também indica o consumo de duas porções dessas leguminosas por dia.

Dieta do carboidrato melhora a autoestima; acabe com mitos sobre esse nutriente

Incluir o carboidrato de forma balanceada no cardápio faz bem para a saúde e não coloca em risco sua dieta. Nutricionista explica como fazer isso

Carboidrato faz bem para a saúde. Sim, isso é uma grande verdade que muitos que entram em uma dieta para emagrecer acabam esquecendo e logo tentam limar esse nutriente do cardápio. Restringir alimentos desse grupo pode até atrapalhar o processo de eliminar os quilos extras. Uma dieta do carboidrato é bem-vinda, desde que se saiba quais alimentos incluir e como fazer as melhores combinações.

Massa integral pode ser incluída em uma dieta do carboidrato

Massa integral pode ser incluída em uma dieta do carboidrato

Foto: Daniel Aguiar/ Divulgação

A nutricionista Mariana Nacarato explica que uma dieta do carboidrato ajuda até a melhorar a autoestima. “O carboidrato age diretamente no sistema nervoso. Ele está relacionado com a produção de neurotransmissores, como a serotonina, que regulam humor, motivação e também a autoestima. Sem carboidrato não há formação desses neurotransmissores”, explica. “Se falta serotonina, por exemplo, há chances de desenvolver um quadro de depressão”, completa.

Ela diz ainda que outros nutrientes prejudicam a formação dessas estruturas: “Tem vitamina B6 e tripofano. Se faltar algum deles, a produção também não será adequada”.

Além disso, o carboidrato é um alimento fundamental para o funcionamento do cérebro como um todo. “Sem ele, falta energia mental”, comenta a consultora da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI).

Corpo sem carboidrato

Nas dietas, muitas vezes o carboidrato é cortado porque ao reduzir o consumo desse nutriente, o corpo passa a usar a gordura como fonte de energia. Esse é o conceito defendido pelos seguidores da dieta low carb. Entretanto, quando isso é feito de maneira extrema, seu corpo vai reclamar.

“Você não consegue conviver muito bem com isso. Pode ficar com dor de cabeça, sentir fraqueza e falta de energia. Se reduzir o carboidrato de forma radical e contínua vai sentir enjoo e sofrer com mal hálito”, lista a nutricionista.

Falta de carboidrato pode prejudicar desempenho nas atividades físicas

Falta de carboidrato pode prejudicar desempenho nas atividades físicas

Foto: Thinkstock/Getty Images

Quem quer emagrecer e conquistar um corpo definido por cair em uma armadilha. “Sem carboidrato, o corpo vai entrar em cetose e começar a quebrar proteína para produzir energia. Com isso, pode perder massa muscular e até levar a desidratação, afinal, músculo acumula água e se perdê-lo, também vai perder líquido”, continua.

Como seguir uma dieta com carboidrato?

Segundo Mariana, a chave para consumir carboidratos é saber escolher os alimentos. Assim, você terá todos os benefícios do nutriente e não vai ganhar peso.

“Tem de prestar atenção à qualidade e à quantidade de alimentos”, afirma a consultora. “O carboidrato pode vir de fontes boas como pães e massas integrais, que possuem mais fibras e minerais que os brancos, tubérculos e frutas“, comenta.

A batata-doce é considerada um carboidrato bom para quem pratica exercícios

A batata-doce é considerada um carboidrato bom para quem pratica exercícios

Foto: Thinkstock Photos

De acordo com Mariana, também há um mito sobre a ingestão de carboidratos à noite. “A ciência mostra, com estudos, que o que importa é o total consumido no dia e não necessariamente a hora, se ingeriu depois das 18h ou à noite. O ideal é dividir as quantidades ao longo do dia. Um bom exemplo é comer pão integral no café da manhã, um pouco de arroz no almoço e uma massa à noite”, fala.

A especialista também dá sugestões do que consumir em uma dieta do carboidrato:

– tubérculos (batata doce, inhame, madioquinha, batata e raízes)
– frutas, preferencialmente com casa pela maior quantidade de fibras
– milho e cereais integrais (arroz, aveia, grão de trigo)

As verduras e legumes são indicados para uma alimentação saudável, mas geralmente têm uma quantidade pequena de carboidrato.

Combine alimentos

Para Mariana, saber combinar os alimentos também é fundamental para aproveitar melhor todos os benefícios e nutrientes daquilo que está no prato. Se terá carboidratos em todas as refeições, o indicado é associá-lo a outros itens para evitar picos de glicemia.

“Tem de olhar a refeição como um todo e buscar a redução do índice glicêmico”, diz a nutricionista. Ela explica que esse índice é a taxa de liberação de insulina no sangue. Se ele é alto, a liberação é rápida e há picos. Tais picos contribuem para o aumento da gordura, principalmente na região abdominal, e fazem com que o indivíduo logo tenha fome novamente. Carboidratos refinados, como farinha branca ou açúcar, têm alto índice glicêmico e por isso é comum ouvir dizer que eles “dão barriga”.

Para minimizar esses efeitos negativos, entra a sugestão de Mariana de, além de apostar nos alimentos corretos, combiná-los com outros.

“Tente combinar com uma proteína ou uma fonte de fibra. A refeição pode ser uma salada de folhas verdes, massa integral e frango. O carboibrato fornece energia de forma rápida para o corpo e, ao incluir fibras e outros nutrientes, a digestão será mais lenta. Com isso, terá uma absorção mais lenta de todos os elementos, o que ajuda a manter a sensação de saciedade por mais tempo”, detalha. Outra sugestão é uma receita de massa com atum (proteína) e azeite extra-virgem (fonte de gorduras boas).

Controle-se com as tentações

Se ainda assim quiser incluir uma delícia na dieta do carboidrato e estiver com vontade de comer um biscoito ou um doce, não precisa entrar em pânico. Aproveite as guloseimas, mas fique atenta às quantidade. “Não valer o pacote inteiro de biscoito. Escolha os pacotes individuais, por exemplo. Aos poucos, trabalhe a frequência e tente tornar o consumo desses alimentos mais eventual”, indica Mariana.

7 dicas simples melhorar o treino e conquistar o corpo perfeito

Personal trainer de Selena Gomez revela os segredinhos da cantora e atriz que vão te ajudar a conquistar seu corpo perfeito

A dupla malhação e boa alimentação forma a combinação perfeita para quem busca um corpo perfeito. Mas nunca é demais sabermos algumas dicas e segredinhos. Melhor ainda se tais dicas fossem bem simples de seguir e dadas por quem entende – e muito – do assunto.

Selena Gomez exibe corpo perfeito em ensaio fotográfico

Selena Gomez exibe corpo perfeito em ensaio fotográfico

Foto: Reprodução/Instagram

O personal trainer de Selena Gomez compartilhou com o site Byrdie uma lista com sete passos que a atriz e cantora segue e que a ajudam a manter o corpo perfeito. Além de tudo ser bem fácil de seguir e adaptar para seu dia-a-dia, a lista mostra como a personalidade da famosa.

Selena já teve de lidar com pressão para estar em boa forma, já foi criticada ao aparecer em fotos com alguma barriguinha saliente e sempre é alvo de paparazzi. Ela aprendeu com essas situações e costuma enaltecer como passou a se aceitar e lidar com seu corpo e isso é fundamental para qualquer um. Busque o corpo perfeito para você e divirta-se durante o processo. Não acha isso possível? Então veja a lista de Amy Rosoff Davis:

1. Movimente-se

“A melhor coisa para fazer todos os dias para entrar em forma é um treino intervalado, como um circuito. Também fortaleça o core (conjunto de músculos de tronco, abdômen e pelve). Minha ideia é tonificar os músculos com uma mistura de cardio e alongamento”, comenta Amy.

Ela explica que essa combinação ajuda os músculos a responderem melhor aos movimentos. Além disso, o trabalho cardiorrespiratório produz energia e um corpo mais resistente.

2. Escute seu corpo

“Minha prioridade nos treinos com Selena é escutar o corpo dela e todos deveriam fazer isso ao praticar exercícios. Às vezes fazemos apenas ioga e alongamento, outras treinamos mais pesado. A atividade física, assim como a vida, deve ser equilibrada”.

3. Divirta-se

Assim como Selena, escolha o que te dê prazer para conquistar o corpo perfeito. “Selena ama ioga, dança e pilates. Também adoramos fazer exercícios para tonificar o bumbum também”, conta a personal trainer.

4. Misture os exercícios

Selena Gomez aprendeu a se aceitar e exibe o corpo perfeito na opinião dela

Selena Gomez aprendeu a se aceitar e exibe o corpo perfeito na opinião dela

Foto: Reprodução/Instagram

Nada de ficar muito tempo com os mesmos exercícios ou você pode enjoar deles e desistir no meio do caminho. “Se você mantiver a mesma série, ficará entediado e vai fugir da academia. Fazer atividade física deve ser parte do seu estilo de vida e não uma obrigação ou um fardo”, ressalta Amy. “Selena e eu fazemos de tudo, desde pilates até escalada, passando por aulas de dança e spinning”, detalha.

Variar as atividades tornará a ida para a academia mais divertida. “Ficar magro, comer de maneira saudável e se amar são coisas relacionadas. Quando se sente bem, vai querer comer melhor e se cuidar mais. Quanto mais feliz estiver, mais rápidos serão os resultados”, afirma Amy.

Mas um ponto é importante: “Não importa qual o exercício, sempre reservamos um tempo para o alongamento”. De acordo com o personal, isso melhora a performance, ajuda a preservar as articulações e deixa os músculos aptos para trabalhar com a máxima potência.

5. Não se pese

Amy não é fã da balança: “Acho que se pesar sempre gera comportamentos e pensamentos obsessivos. Se você come bem e se exercita, seu corpo fará o resto”. A dica para notar os resultados do esforço é usar um jeans.

“Você sabe como aquela calça jeans lhe cai bem, então esqueça os números da balança e preste atenção a isso. O que importa um número se você estiver se sentindo bem?”, completa.

6. Seja flexível

Essa dica de Amy nada tem a ver com flexibilidade do corpo. Você deve ser flexível e não se cobrar tanto. Se tiver apenas 20 minutos para o exercício rápido, aproveite o tempo e movimente-se. Não é porque o tempo é curto que você não irá malhar.

“Ficar obsessivo não leva ninguém a lugar nenhum. Não coloque pressão para seguir um programa muito rígido de exercícios”, resume a personal.

Selena Gomez já foi atração de desfile da Victoria`s Secrets

Selena Gomez já foi atração de desfile da Victoria`s Secrets

Foto: Dimitrios Kambouris/Getty Images

7. Escute sua música favorita

Quer se animar? Faça uma playlist com as músicas que você ama. Qualquer treino ficará mais divertido com uma boa trilha sonora.

A busca pelo corpo perfeito – aquele que você acha que o ideal – pode ser prazerosa. Aos poucos, a atividade física será incorporada a sua rotina e você nem vai sofrer com isso (a não ser a dor depois de uma aula puxada, mas isso faz parte e até bem-vindo!).

Quer descansar a mente? Veja atitudes simples para se desconectar

Aproveite os últimos dias de férias para tentar desligar a mente e descansar de verdade com atitudes simples

Muitas vezes, mesmo de férias, é difícil conseguir descansar de verdade. Por mais que estejamos fisicamente longe do trabalho, a mente não se desliga de forma tão fácil de suas obrigações.

Férias ou folgas sem descansar a cabeça podem não valer de nada. Se você já está nos últimos dias das férias e sente que ainda não conseguiu se desconectar, ou nunca consegue se sentir completamente descansado em um fim de semana, veja algumas dicas para deixar essa tarefa mais fácil, e poder voltar com mais força à rotina.

Evite checar e-mails corporativos

Desconectar a conta corporativa do celular é uma alternativa para descansar sua mente

Desconectar a conta corporativa do celular é uma alternativa para descansar sua mente

Foto: Thinkstock/Getty Images

Desligue as notificações de seu e-mail do trabalho do celular. Se mesmo assim você não conseguir evitar o hábito de ficar checando a conta a cada hora, experimente tirar a conta do seu celular. De acordo com o psiquiatra do Hospital das Clínicas da USP, Diego Tavares, isso ajuda a se desligar dos problemas do trabalho.

Silencie chats no celular

As conversas em grupo que envolvem seu trabalho ou sua profissão são completamente dispensáveis quando você está em férias. Outros grupos que te notificam a todo o momento também podem dificultar sua desconexão completa. Muitas vezes é preciso disso para que você esqueça um pouco o seu celular.

Evite contato com chefes

Essa é outra sugestão proposta por Daniel: “Pequenos problemas que parecem ser facilmente resolvidos a distância podem na verdade se tornar problemas que tomam várias horas das preciosas férias”. Não tente ser insubstituível a todo momento no trabalho. Nas suas férias eles devem encontrar um jeito de solucionar os problemas sem você.

Leia um livro

Para ficar longe das preocupações da rotina, nada melhor do que embarcar em uma nova história. Escolha um livro de história leve e que te envolva bastante. Os livros teóricos podem ficar para outro momento: essa é a hora de esquecer as coisas sérias e focar no que te dá prazer.

Pratique uma atividade física

Uma ótima forma de ativar o corpo enquanto descansa a mente. Escolha um esporte que te atraia – desde correr no parque, até dança – e comece a praticar nas suas férias. Além de ser super saudável, é um período de tempo em que sua cabeça não vai pensar em assuntos do trabalho. Essa também é uma forma de começar uma atividade que você acha que não tem tempo. Se te for realmente prazeroso, você vai encontrar espaço para ela quando voltar ao trabalho e iniciará um novo hábito.

CCBB – SP apresenta retrospectiva sobre o cineasta Robert Morin

Mostra, que entra em cartaz nesta quarta-feira (31), recupera grande parte da obra do cineasta quebequense. Cineasta dará palestra no CCBB-SP

O CCBB SP (Centro Cultural Banco do Brasil) apresenta, a partir desta quarta-feira (31), a retrospectiva “Robert Morin: Reinventando o Quebec”, que reúne a maioria maciça das produções realizadas pelo premiado cineasta quebequense Robert Morin. A mostra exibe cerca de 30 filmes entre curtas, médias e longas do cofundador da produtora e distribuidora de filmes independentes Coop Vidéo de Montréal (1977). O cineasta virá ao Brasil para uma Master Class, além de participar de um debate com o público.

Robert Morin é objeto de retrospectiva no CCBB SP

Robert Morin é objeto de retrospectiva no CCBB SP

Foto: Divulgação

O cineasta já foi objeto de diversas retrospectivas ao redor do mundo incluindo uma na Cinemateca do Quebec, e outras em Ottawa, Toronto, Montbéliard, Bourges, Bruxelas, Marselha e em agosto próximo, quase a totalidade de sua obra, incluindo, ‘Un paradis pour tous’, seu trabalho mais recente – em fase de finalização -, chega ao CCBB SP.

Com curadoria de Maria Chiaretti, pesquisadora, programadora, produtora de cinema e artes visuais, e mestre em teoria e história do cinema pela Université Paris VIII (Paris, França) e Vanessa-Tatjana Beerli, programadora, realizadora, produtora e fundadora do Ciné Tapis Rouge, que promove anualmente um intercâmbio cinematográfico entre o Quebec e um país estrangeiro, a mostra revisita as diversas etapas da filmografia do diretor, incluindo seus curtas e médias-metragens documentais, bem como seus longas de ficção de baixo orçamento, gênero que desenvolve ao longo dos anos, com obras inquietantes na fronteira do documentário e da ficção, das quais, a maior parte foi exibida ou premiada em festivais internacionais.

Filmes que integram a Retrospectiva

‘Un paradis pour tous’ (Um paraíso para todos, 2015)

‘3 Histoires d’Indiens’ (3 Histórias Indígenas, 2014)

‘4 Soldats’ (4 Soldados, 2013,)

‘Journal d’un coopérant’ (Diário de um colaborador, 2010)

‘Papa à la chasse aux lagopèdes’ (Papa à caça dos pássaros selvagens, 2008)

‘Que Dieu bénisse l’Amérique’ (Que Deus abençoe a América, 2005)

‘Petit Pow! Pow! Noël’ (2005)

‘Le Nèg’’ (2002)

‘Quiconque meurt, meurt à douleur’ (Qualquer um morto, morto de dor, 1997)

‘Yes Sir! Madame…’ (Sim Senhor! Senhora…, 1994)

‘Requiem pour un beau sans-coeur’ (Réquiem para um belo sem coração, 1992)

‘Preliminary Notes for a Western’ (Notas preliminares para um Western, co-dirigido por Lorraine Dufour, 1990)

‘La réception’ (A Recepção, codirigido por Lorraine Dufour, 1989)

‘La femme étrangère’ (A mulher estrangeira, codirigido por Lorraine Dufour, 1988)

‘Tristesse modèle réduit’ (Tristeza modelo reduzido, 1987)

‘Quelques instants avant le Nouvel An’ (Alguns instantes antes do Ano Novo, co-dirigido por Yvon Leduc, 1985)

‘Le voleur vit en enfer’ (O ladrão vive no inferno, codirigido por Lorraine Dufour, 1984)

‘Mauvais mal’ (Mal ruim, codirigido por Marcel Chouinard e Lorraine Dufour, 1984)

‘On se paye la gomme’ (Nós pagamos a goma, codirigido por Marcel Chouinard e Gilbert Lachapelle, 1984)

‘Toi t’es-tu lucky?’ (E você, tem sorte?, codirigido por Lorraine Dufour)

‘Le mystérieux Paul’ (O misterioso Paul, codirigido por Lorraine Dufour,1983)

‘A Postcard from Victoria’ (Um cartão-postal de Victoria, codirigido por Lorraine Dufour, 1983)

‘Ma richesse a causé mes privations’ (Minha riqueza causou minhas privações, codirigido por Lorraine Dufour, 1982)

‘Il a gagné ses épaulettes’ (codirigido por Lorraine Dufour, 1981)

‘Gus est encore dans l’armée’ (Gus ainda está no exército, codirigido por Lorraine Dufour, 1980)

‘Ma vie c’est pour le restant de mes jours’ (Minha vida é para o restante dos meus dias, codirigido por Lorraine Dufour, 1980)

‘Le royaume est commencé’ (codirigido por Lorraine Dufour, 1980)

‘Même mort il faut s’organiser’ (Mesmo morto, é preciso de organizar, filme coletivo, 1977)

‘Les sculpturistes’ (1976)

Os horários e a programação completa podem ser conferidos no site do CCBB SP.

Serviço

Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo Data: De 31 de agosto a 12 de setembro de2016 Rua Álvares Penteado, 112, Centro Telefone: (11) 3113-3651/3652 Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) Funcionamento: de quarta a segunda-feira, das 9h às 21h

Hábitos que as manicures odeiam que você faça com as mãos

Nem sempre é possível visitar a manicure e nesse tempo podemos cometer alguns “pecados” que prejudicam a apresentação dos dedos e das unhas

Há mulheres que gostam de cuidar dos cabelo, algumas usam maquiagem todos os dias e outras não dispensam a ida à manicure de 15 em 15 dias. Mãos bem cuidadas podem impactar não só pela beleza, mas também por uma questão de higiene.

Saiba quais são os hábitos que as manicures odeiam que você faça com as mãos

Saiba quais são os hábitos que as manicures odeiam que você faça com as mãos

Foto: ig

Nem sempre é possível visitar a manicure com a fraquência que gostaríamos e, nesse tempo longe, podemos cometer alguns “pecados” que prejudicam a apresentação dos dedos e das unhas. Saiba quais são os hábitos que os profissionais aconselham você parar de uma vez por todas para ter uma boa aparência – e não dificultar ainda mais o trabalho deles!

Cuidado com as cutículas

Não é de hoje que escutamos que para garantir uma boa saúde das unhas, deve-se evitar a retirada das cutículas. Em vez de cortá-las em excesso, empurrar de modo delicado com um palito apropriado é uma boa maneira para a pele não atrapalhar os seus planos. Ir á manicure a cada dois meses também pode ajudar nesse cuidado.

Mas isso não garante que aquelas que adoram morder as famosas “pelinhas”, fiquem longe. Para ajudar, use um óleo para hidratar as cúticulas e fará com que elas fiquem mais tempo no lugar. Faça com que isso se torne parte da sua rotina de beleza. Mantenha um hidratante ou creme na bolsa, no escritório e na cabeceira da cama e verá uma diferença notável na aparência de suas cutículas.

Deixar a sobra esmalte nas unhas

Nós não podemos começar a contar quantas vezes nós deixar que isso aconteça – porque são muitas! Que mulher nunca deixou sobra de esmalte nas unhas? Se você não pode manter seu esmalte inteiro e bonito, removê-lo é a melhor opção. Há no mercado diversos produtos que te ajudam nessa situação, o removedor em lenços, por exemplo, é prático e por não ter cheiro forte pode ser usado na pausa do trabalho ou durante o trânsito.

Evite cortar as unhas mais do que necessário

Cortar as unhas é uma forma de higiene, mas cortar demais também pode ser um problema. É crucial que elas cresçam para fora, de forma natural. As unhas são feitas de queratina e proteínas, são semelhantes a vida dos cabelos, que precisam de cuidados com a alimentação para uma aparência bonita e saudável. Trate-as bem e você irá maximizar a vida útil da sua manicure.

Roer as unhas não é legal

Roer as unhas é um péssimo hábito. A saliva enfraquece as unhas e a frequência pode danificar a pele ao redor, causando infecção. Outro ponto negativo, se você é uma das mulheres que sofre desse mal, é que além dos germes que são levados a boca, os seus dentes podem ficar comprometidos. Manter as unhas curtas, bem cuidadas e limpas ajudam a evitar esse tipo de problema.

Não retire as camadas da unha

As vezes a unha começa a descamar e tenho aquela vontade puxar essa camada. Não faça isso, as manicures odeiam! Esse ato deixa a unha mais fina e pode ser um sinal de falta de vitaminas específicas. Procure um especialista se o caso for frequente e tente lixar levemente onde acontecer.

DHEA – hormônio usado como suplemento traz muitos danos às mulheres

Prometendo ganho de massa muscular e aumento na libido, a DHEA traz mais prejuízos do que benefícios ao corpo

Buscar o corpo perfeito ainda faz parte do ideal de muitas mulheres. E há um tempo muitas delas também têm interesse em ganho de massa muscular e hipertrofia. Em busca do corpo dos sonhos, algumas apelam para o mundo dos anabolizantes e usam homônios para conquistarem os resultados mais rapidamente, sem ficar atenta para os riscos desta prática. A DHEA é um dos hormônios que é usado.

DHEA é um hormônio comercializado em pílulas ou gel e utilizado principalmente por mulheres

DHEA é um hormônio comercializado em pílulas ou gel e utilizado principalmente por mulheres

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

A DHEA, abreviação para desidroepiandrosterona, é um hormônio naturalmente produzido no corpo humano pelas glândulas suprarrenais e é um precursor dos hormônios sexuais masculinos e femininos. “É um hormônio com características masculinas e tem função semelhante à da testosterona”, explica a endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica, Myrna Campagnoli.

Apesar de ser essencial para o corpo, a DHEA tem sido usada como suplemento principalmente por mulheres, para fins estéticos, por aquelas que buscam o aumento da massa muscular e hipertrofia, mas também por mulheres mais velhas, que já passaram pela menopausa, para o aumento da libido.

Procura

Este hormônio começou a ser procurado com a promessa de que traria os mesmos benefícios da testosterona, mas sem os mesmos efeitos colaterais. “Isso é um mito”, esclare Myrna. Ela explica que os efeitos colaterais dele podem ser tão ou mais danosos que os outros hormônios, a depender da dose que se usa.

Outro fator que impulsionou as buscas deste tipo de anabolizante é o fato de ele ser de mais fácil utilização. Enquanto grande parte dos hormônios usados ilegalmente para fins estéticos são injetáveis, a DHEA é administrada em gel ou em cápsulas ingeridas oralmente.

Indicação e venda

O hormônio “não tem indicação nenhuma para fins estéticos”, diz a endocrinologista. Ele é indicado apenas quando há uma deficiência na glândula responsável por produzi-lo e, no caso de insuficiência, sua suplementação deve ser feita sob orientação médica.

Qualquer venda sem receita ou indicação é considerada ilegal. A substância pode ser manipulada, na quantidade sugerida pelo médico. Mesmo assim, ainda há pessoas que adquirem o produto. “Ou há a comercialização ilegal, ou o mau uso da autoridade médica”, sugere a especialista.

Efeitos colaterais

Além dos efeitos colaterais comuns de esteroides anabolizantes, como o aumento da acne, aumento de pelos e o risco da voz engrossar, Myrna salienta que este hormônio pode alterar o ciclo menstrual e o funcionamento do fígado.

“O efeito procurado, que é o aumento de massa muscular e da libido, não se mantém por muito tempo”, conta a endocrinologista, que ainda alerta que a DHEA aumenta o risco de alguns tipos de câncer: no ovário, mama e endométrio.

Aprenda como fazer luzes platinadas nos cabelos sem sair de casa

Saiba como mudar a cor dos fios e atingir aquele tom de loiro mega desejado sem ir ao salão; a técnica é fácil mas exige paciência

Marlin Monroe já dizia que as loiras se divertem mais, se isso é verdade, não sabemos, mas atingir um loiro claro perfeito é muito díficil e nem sempre há essa diversão. Para quem quer mudar a cor dos cabelos sem radicalizar, as mechas são uma grande opção, principalmente para aquelas que querem se aventurar nas famosas luzes platinadas.

Dicas para ter (e manter) um cabelo loiro bonito

Dicas para ter (e manter) um cabelo loiro bonito

Foto: Pinterest

Porém, para fazer as luzes platinadas no tom certo não é uma tarefa fácil e requer muitos cuidados, pois deslize pode estragar todo seu trabalho e, ao invés de platinado, seu cabelo pode ficar verde, roxo ou amarelo.

A técnica é semples mas requer paciência e muita atenção, pois são feitas mechas finas em toda a cabeça, com um tom de loiro muito claro – que para atingi-lo irá depender das químicas encontradas no seu cabelo.

Você irá precisar dos seguintes itens:

-Pó descolorante

-Água oxigenada (volume depende do nível a ser descolorido, o 40, por exemplo, clareia até 3 tons)

-Touca para luzes de plástico ou silicone

-Agulha de crochê fina

-Pincel de coloração

-Recipiente de plástico (para fazer as misturas)

-Matizador/tonalizante

Iniciando o processo das luzes platinadas:

– Para facilitar na hora de puxar as mechas, penteie bem os fios com uma escova. Reparta o cabelo no meio e ponha a touca sobre a cabeça – nessa hora, certifique-se que ela esteja bem presa e próxima da raiz.

Existem toucas apropriadas e com marcação para facilitar na hora de puxar as mechas

Existem toucas apropriadas e com marcação para facilitar na hora de puxar as mechas

Foto: Reprodução/Pinterest

– Uma touca apropriada para essa técnica já vem com furinhos, então basta seguir as marcações indicadas. Para puxar as mechas, você irá utilizar a agulha de crochê. Cuidado para tirar a mesma quantidade de fios em cada mecha, ela pode ficar grossa ou fina.

– Após puxar todos os fios na marcação da touca, é a vez da química. Não prepare o descolorante antes, pois perderá o efeito! Utilize o recipiente e o pincel para fazer a mistura.

– Coloque no pode, duas medidas de pó para uma de água oxigenada, a mistura não deve ficar muito líquida e nem muito firme. Antes de aplicá-la, faça um teste de alergia. Se tudo bem, aplique de forma uniforme em todas as mechas separadas. A touca irá impedir que o resto do cabelo seja descolorido também.

– O tempo nunca deve ultrapassar 45 minutos nos cabelos e durante o processo, observe se aos poucos se as mechas estão chegando no tom desejado, ou seja, para as luzer platinadas os fios devem estar bem claros.

– Lave os cabelos ainda com a touca para retirar o excesso de descolorante. Na hora de retirar a touca, muito cuidado para não quebrar os fios, puxe-a cuidadosamente para cima e comece pelas laterais.

O tonalizante pode ser aplicado em todo cabelo.

O tonalizante pode ser aplicado em todo cabelo.

Foto: Alessandra Siedschlag

– Depois de ter feito luzes, é o momento do tonalizante. Você pode aplicá-lo em todo o cabelo, ele só irá pegar nas mechas descoloridas. Faça isso com os cabelos ainda molhados e, para facilitar, faça como se estivesse lavando os cabelos com shampoo. Deixe agir por 10 minutos e enxágue.

Para manter a cor, a cada 15 dias use um shampoo e condicionar matizador – famoso shampoo e condicionar roxo. Eles retiram a cor amarelada dos fios e deixa as suas luzes platinadas sempre bonitas e com brilho.

‘Amizade verdadeira’, sinais para seguir ou para fugir da relação

Amigos podem fazer muito bem, mas outros podem até prejudicar. Psicóloga fala quais os sinais de uma amizade verdade e quando ligar o alerta

Uma bela amizade – daquelas de infância e levada para toda a vida ou aquela recente, mas que teve uma identificação desde o começo – faz muito bem. A amizade verdadeira, não importa o tipo, tem esse poder. Entretanto, em alguns momentos, a relação pode ser perder e até virar prejudicial.

Uma amizade verdadeira tem sentimentos mútuos e faz bem

Uma amizade verdadeira tem sentimentos mútuos e faz bem

Foto: Thinkstock Photos

Você sabe identificar uma amizade verdadeira? E sabe qual o momento de ligar o alerta se a relação criar uma situação prejudicial? A psicóloga Sonia Regina de Araújo fala quais são os sinais para identificar as duas situações.

Quando a amizade é para valer

O primeiro ponto listado por Sonia é saber reconhecer um amigo. “É aquele com quem você se identifica. Não há medo ou competição entre vocês. É aquela pessoa para quem você entrega suas confidências e seus sentimentos”, exemplifica.

Um sinal de que a relação é saudável, segundo a psicóloga, é que nela você se sente bem e protegido. Há respeito. “Dizem que quem tem um grande amigo sente-se feliz e essa alegria libera endorfina, um hormônio que dá sensação de prazer”, comenta.

E o tempo pode ficar irrelevante. A amizade verdadeira pode ser aquela que começou nos primeiros anos da escola ou a mais recente. O importante por aqui é ter o sentimento mútuo. Além de confiar e se identificar com seu amigo, como ressaltou Sonia, é fundamental que ele também se comporte assim com você. Esse é um dos segredos da amizade duradoura.

Série 'Friends' mostra exemplos de amizades verdadeiras e longas

Série ‘Friends’ mostra exemplos de amizades verdadeiras e longas

Foto: Reprodução

A autoestima é mais um fator que influencia em uma relação saudável. De acordo com Sonia, que tem boa autoestima não vai depender do outro e, sim, dividir com ele. “Quando vira uma relação de dependência, e não mais de troca, não é mais uma amizade verdadeira”, resume.

Sinais de alerta na amizade

Às vezes, a amizade pode, digamos, passar do ponto. Por exemplo, o bom amigo dá um conselho e não decide a vida do outro. “Uma coisa é falar ‘olha, esse caminho não é legal para você’. Outra é mandar você agir de tal maneira. Isso é invadir o modo de ser do outro e não é saudável”, alerta Sonia.

A psicóloga ainda cita outros exemplos de uma amizade que pode se tornar tóxica. “Você se entregou tanto e não percebe a diferença do outro. Está tão encantado que não vê os defeitos, só as qualidade”. Ela ainda completa: “Quando aparece um defeito, isso é visto como uma grande traição”. Aqui voltamos à questão da autoestima. A baixa autoestima leva a esse tipo de comportamento.

Alguns sinais de que há algo de errado são: inveja, interferências no modo de ser, medo ou tentar levar alguma vantagem. “Se sentir alguma coisa assim, ligue as anteninhas”, diz Sonia.

Brigar não é o problema

“Amigos também brigam. Uma discussão pode ser boa, significa que cada um tem sua opinião e está a defendendo. Eles vão dialogar, dividir opiniões e continuar amigos”, afirma a psicóloga.

Na amizade verdadeira, um reconhece o pontos positivos e os negativos do outro. O que for positivo, pode ser seguido e até servir como exemplo. E o que for considerado negativo, será respeitado, afinal, todo mundo tem suas particularidades.

Scroll To Top

Site De Mulher